Muitos problemas nos fios são reflexo da falta de cuidado ou até mesmo de doenças que se instalam no couro cabeludo. E se você não dava muita atenção à essa região, saiba que ele funciona como a terra em uma plantação: quando a terra é boa e saudável tudo vai bem, já se é mal cuidada, não tem vida e nem crescimento.

 

Principais problemas

Sem dúvida um dos fatores que mais contribuem para que o couro não “produza” fios saudáveis e fortes é o excesso de oleosidade, que acaba por entupir os poros e ainda pode provocar coceira e, consequentemente, irritação. E o pior é que esse quadro vai ficando cada vez mais crítico, afetando também o crescimento dos fios.

Outro grande problema é o excesso de produtos que são depositados no couro: condicionador, leave-in e outros finalizadores podem abafá-lo, provocando o aparecimento de irritações e fungos.

Umidade também contribui para que o couro fique doente. Daí a indicação de secar os fios e nunca dormir com o cabelo molhado.

 

Passo a passo para um couro cabeludo saudável

A boa notícia é que levando em conta cuidados simples, feitos em casa mesmo, você pode manter seu couro em equilíbrio, e o cabelo forte e brilhoso, com direito a crescer sem impedimentos. Veja só:

 

Lavagem

Se o seu couro é oleoso o ideal é lavar os fios diariamente, sempre com produtos específicos para esta necessidade. Só não vale deixar o cabelo úmido por muito tempo ou lavar antes de dormir.

 

Sem excessos

Na expectativa de tirar o melhor proveito de alguns produtos para os fios, muita gente exagera na dose, deixando muito resíduo no couro. Não faça isso. Ao contrário: vá aos poucos e, de preferência, mantendo o produto a, pelo menos, um palmo do couro.

 

De olho na temperatura

Outro pecado para o couro cabeludo é lavá-lo com água muito quente. Isso porque as altas temperaturas favorecem a descamação, que sensibiliza o couro e pode causar um quadro complicado de descamações. O mesmo vale para o secador: ao usá-lo mantenha a distância de um palmo e com a temperatura no grau médio.

 

Cuidado com as unhas

Há pessoas que passam as unhas no couro ao lavá-lo. Evite fazer isso para não prejudicar a região. O ideal é massagear suavemente com a ponta dos dedos, assim o produto penetra e é espalhado com mais facilidade, além de favorecer a microcirculação sanguínea daquela área.

 

Massagem (com moderação) é sempre bem-vinda

Sabe aquela massagem gostosa que o cabeleireiro costuma fazer enquanto você está no lavatório do salão? Pois vale copia-la nos banhos em casa também, afinal, as manobras estimulam a circulação sanguínea e promovem uma vasodilatação, fazendo com que todo o couro seja bem oxigenado. Resultado? Fios mais hidratados e brilhosos! Só não exagere porque o estímulo favorece também a ativação das glândulas sebáceas, podendo aumentar a oleosidade.

 

Máscaras específicas para o couro

Sim, elas existem e ajudam a resolver vários dramas, sendo uma para cada necessidade: a de esfoliação para os couros descamando; as de hidratação para os ressecados; e até as com efeito calmante para o couro sensibilizado. Elas devem ser aplicadas diretamente no couro, enxaguadas com água morna a fria depois de 20 minutos de ação do produto.

 

Tratamento detox

Detox é um procedimento que pode ser realizado em casa com os produtos específicos e que ajuda a resolver diversos problemas com o couro cabeludo. Já falamos sobre o assunto aqui no blog, veja: Detox Capilar.

 

Agora que você já sabe a importância de cuidar do couro cabeludo, coloque em prática as nossas dicas e veja a melhora! Aproveita e conta pra gente depois os resultados, tá bom?!