Se você é do time que faz as próprias unhas, sabe o quanto ter um bom alicate de cutículas faz diferença na hora de dar aquele trato nas mãos ou pés. O objeto é uma verdadeira “ferramenta de trabalho” e quando não está afiado as chances de deixar a pele toda repicada ou arrancar “bifes” são grandes.

Mas o que fazer quando chega a hora de fazer as unhas, você se dá conta de que seu bom e velho alicate está nas piores e, levar para amolar não é uma opção das mais viáveis? A resposta é simples: com os truques certos dá para deixar o corte novamente em dia e, assim, cuidar das unhas numa boa.

Claro que essa solução não substitui a afiação profissional, mas vai quebrar um bom galho quando você estiver em apuros. Importante ressaltar que ao fazer esses procedimentos, devemos ter um certo cuidado, por ser um trabalho que precisa de alguma habilidade manual*.

Então, vamos às dicas?

 

Lixa, a aliada

Por incrível que pareça a solução express está bem dentro do mesmo nécessaire que você guarda o alicate: a lixa de unha. Certamente você tem várias espalhadas pela casa, e não importa de qual material ela é feita. Da descartável à de metal, todas funcionam da mesma forma.

Como fazer:

Se o utensílio usado é simples, a forma de afiar é ainda mais. Basta segurar o alicate aberto, identificar o sentido da lâmina pelo formato do corte ou risquinhos no metal e siga ele passando a lixa de dentro para fora em apenas uma direção, ou seja, nunca faça movimentos de vai e vem. Repita o processo em todas as faces das lâminas por algumas vezes, até perceber que o corte está bom.

 

Papel alumínio: da cozinha para o kit de manicure, já!

Se você já cortou o dedo com a folha de alumínio vai entender direitinho como funciona esse “método”. À medida em que a lâmina do alicate (serve também para tesouras) entra em contato com a folha de alumínio o alicate volta a ficar amolado.

Como fazer:

Separe um pedaço de papel alumínio com mais ou menos 30 cm e amasse até formar uma bolinha. Em seguida, vá picotando pedacinhos da bola, como se estivesse cortando a cutícula. Repita várias vezes o processo, por uns 3 minutos ou mais se achar necessário. Você vai perceber que no início será difícil rasgar a folha, mas depois o alicate vai ficando amolado a ponto de cortar com facilidade.

 

E quando nada funciona?

É raro quando os métodos acima não dão resultado, mas se isso acontecer com você significa que a saída é realmente trocar de alicate. Ele pode estar velho e com a lâmina muito gasta, assim, perde-se o corte. Outro motivo que deixa o utensílio praticamente inutilizável é quando ele cai de bico no chão, amassando a pontinha e danificando a linha de corte da lâmina.

 

Gostou dos truques? Faça a experiência e depois conta pra nós o resultado!

 

*Em nenhuma situação nos responsabilizamos por quaisquer prejuízos, danos materiais ou outros efeitos, direto ou indireto relacionados ao uso do conteúdo deste texto.